Minas Gerais

História

Senac
  • Logo Senac Minas
  • Hotel Grogotó
  •  

História

© Divanildo Marques Belo Horizonte - Cidade Administrativa - Divanildo Marques Cidade Administrativa

1573 - Sebastião Fernandes Tourinho, em expedição pelo interior da Colônia, encontra pedras preciosas e o rio Jequitinhonha.

 

1660 - Expedição de Martinho Carvalho parte do litoral em direção ao interior em busca de esmeraldas.

 

1672/ 2 Out. - Fernão Dias Paes recebe a carta patente que o nomeava chefe e governador de sua leva e terra das esmeraldas.

 

1674 - A bandeira de Fernão Dias começa sua expedição. Adentrando pelo sertão, atinge o território que seria a futura Capitania das Minas. Surge o primeiro arraial "o mais antigo lar da pátria mineira" em Ibituruna.

 

1683 - Garcia Rodrigues, filho de Fernão Dias, recebe ordens de Portugal para retornar ao local onde tinham sido encontradas as jazidas de topázio. Retornaram em 1687 sem terem encontrado o caminho para as jazidas.

 

1692 - Antônio Rodrigues Arzão, com cinquenta homens, parte em direção à região do pico do Itaverava.

 

1696/ 16 jul. - O Coronel Salvador Fernandes Furtado de Mendonça descobre ouro no ribeirão do Carmo, local da futura cidade de Mariana.

 

1698/24 jun. - A bandeira de Antonio Dias avista o pico do Itacolomi. Lá, aos seus pés, no córrego Tripui, estava o "ouro preto".

 

1700/1701 - Os anos da fome. "O flagelo da fome produziu na serra de Ouro Preto a debandada dos moradores, igualmente cegos pelo ouro, esquecidos dos comestíveis. Alguns retiraram-se para São Paulo..."(Diogo Vasconcelos).

 

1701/Fev. - Em carta, Sua Majestade ordena ao governador, Artur de Sá, que não permita a entrada de mais gente para as Minas. Os infratores desta, se achados em caminho, deveriam ser prendidos e punidos com as penas severíssimas de cárcere e deportação.

 

1702 - O ouro é descoberto no rio das Mortes pelo bandeirante João de Siqueira Afonso.

 

1708/1709 - A região das minas é tomada pelo conflito que ficou conhecido como Guerra dos Emboabas. Paulistas, portugueses e "brasileiros" confrontam-se pelo direito do comércio e da mineração. Foi o primeiro conflito armado da Capitania.


1709 - Chega à região das minas o primeiro governador da Capitania de São Paulo e das Minas, D.Antônio Albuquerque e Carvalho, que se estabeleceu no Arraial do Ribeirão do Carmo.

 

1711 - É editado na Europa o livro Cultura e Opulência do Brasil, escrito pelo padre italiano André João Antonil. Por ensinar o caminho para as minas, D.João V mandou queimar o livro. "A sede insaciável do ouro estimulou a tantos a deixarem suas terras e a meterem-se por caminhos tão ásperos como os das minas, que dificultosamente se poderá dar conta do número das pessoas que atualmente lá estão." (Antonil,J.)

 

1711 - D. Antônio de Albuquerque, por ordem de João V, cria as três primeiras vilas de Minas.

 

8 de Abril - Vila Real de Nossa Senhora do Carmo (Mariana)

 

8 de Julho - Vila Rica do Pilar do Ouro Preto.

 

17 de Julho - Vila Real de Nossa Senhora da Conceição do Sabará.

 

1711/ Mar.- Um alvará proíbe a importação de livros na Capitania das Minas.

 

1713 - Criação da Vila de São João del-Rei.

 

1713 - A Capitania é obrigada pagar 30 arrobas de ouro "pelo quintos". "O quinto do ouro é um direito senhorial devido a Sua Majestade como fruto das terras de que a mesma senhora tem o domínio, para usar dela como com bem lhe parecer... Neste Reino, temos lei que determina que todos os metais que se tirarem, após fundidos e apurados, se pague a Sua Majestade o quinto..." (João T.Coelho-1780).

 

1714 - Criação da Vila do Príncipe (Serro) e da Vila Nova da Rainha (Caeté).

 

1715 - Criação da Vila de Nossa Senhora da Piedade (Pitangui).

 

1717 - Toma pose o governador D.Pedro de Almeida Portugal, o Conde de Assumar. Criação da Vila de São José do Rio das Mortes (Tiradentes).

 

1720/Jun. - Sedição de Vila Rica. Mineradores se revoltam contra a cobrança do Quinto do Ouro e a instalação das Casas de Fundição. Domingos Pascoal Silva teve sua propriedade incendiada e Felipe dos Santos foi enforcado em Vila Rica. A Capitania de São Paulo é separada da Capitania das Minas.

 

1720/Mar. - O Conde de Assumar proíbe na Capitania das Minas a prática de rifas e ações entre amigos, em defesa dos interesses econômicos dos habitantes da Capitania.

 

1720 - Motim de Pitangui. Domingos Rodrigues Prado lidera o movimento contra a cobrança do quinto do ouro.

 

1725 - Instalação das Casas de Fundição. Proibição da circulação do ouro em pó e da profissão de ourives.

 

1726/Jan. - Por ordem régia, o governador estabelece severas e drásticas restrições aos homens negros, ou de origem africana, vedando cargos e funções públicas.

 

1727 - Por carta régia, é proibida a abertura de estradas entre Minas e Goiás e entre Minas e Mato Grosso, inclusive sob pena de morte para quem abrisse tais caminhos.

 

1727/Jul. - O Conde de Bobadela ordena a expulsão dos ourives das capitanias de Minas Gerais e Rio de Janeiro, a apreensão das ferramentas e fechamento das oficinas.

 

1729/ 5 Jun. - Nasce, em Mariana, Cláudio Manoel da Costa.

 

1729 - A Coroa Portuguesa é comunicada oficialmente sobre a descoberta dos diamantes.

 

1731/Fev. - Por ordem régia, é autorizada a pena de morte na Capitania das Minas Gerais.

 

1733 - Acontece em Vila Rica a mais pomposa procissão realizada em Minas, a procissão do Triunfo Eucarístico. "Para à tarde de 23 de maio, que se cumpria em um sábado, estava destinada a solene pompa da Transladação ... Amanheceu o dia seguinte, vinte e quatro de maio, e as ruas destinadas à procissão prevenido todo o obséquio de festividade e magnificência..." (Simão F.Machado).

 

1734 - É criado no Arraial do Tijuco a Intendência dos Diamantes.

 

1735/1739 - A produção aurífera alcança 10.637 quilos.

 

1740 - Inicia-se no Arraial do Tijuco o Sistema de Contratos, que durou 31 anos. Os dados oficias registram para esse período uma produção de 1.354.770 quilates.

 

1742 - Nasce, no Rio de Janeiro, Inácio José de Alvarenga Peixoto.

 

1744/11 Ago. - Nasce, na cidade do Porto, Tomás Antonio Gonzaga.

 

1745 - Por carta régia, de 23 de abril, a Vila Real de Nossa Senhora do Carmo é elevada à cidade, com o nome de Mariana. Foi a primeira e única cidade de Minas no período Colonial. O nome foi uma homenagem de D.João V a sua esposa, D.Maria Ana da Áustria. Mariana se torna sede do primeiro bispado de Minas Gerais.

 

1746 - Nasce, na Fazenda do Pombal, situada na Vila de São João del-Rei, Joaquim José da Silva Xavier, o Tiradentes.

 

1748/15 Out. - D.Frei Manuel da Cruz, o primeiro bispo a tomar posse no recém criado bispado, entra em Mariana montado em um cavalo branco coberto com um caro tecido adamascado. Tem início a magnífica festa do Áureo Trono Episcopal.

 

1763/8 Nov. - Nasce, em Vila Rica, Maria Dorotéia Joaquina de Seixas, a famosa Marília de Dirceu, musa do inconfidente Tomás Antônio Gonzaga.

 

1771 - Início do sistema da Real Extração no Distrito Diamantino.

 

1789/14 Mar. - O Visconde de Barbacena envia uma carta à Câmara de Vila Rica comunicando a suspensão da derrama, ou seja, a cobrança dos impostos atrasados.

 

1789/15 Mar. - Joaquim Silvério dos Reis apresenta sua carta delação ao Visconde de Barbacena.

 

1789/4 Jul. - É encontrado morto em sua cela, na Casa dos Contos, em Vila Rica, o advogado Cláudio Manuel da Costa.

 

1792/21 Abr. - É enforcado no Rio de Janeiro Joaquim José da Silva Xavier.

 

1792/5 Mai. - São enviados presos para a África os seguintes réus civis da Inconfidência Mineira: Tomás Antônio Gonzaga, Vicente Viera da Mota, José Aires Gomes, João da Costa Rodrigues, Antônio Oliveira Lopes, Vitorino Gonçalves Veloso, Salvador Carvalho do Amaral Gurgel.

 

1792/22 Mai. - São enviados presos para a África os seguintes réus civis da Inconfidência Mineira: José Martins Borges, José de Resende Costa, pai, José de Resende Costa, filho, Domingos Vidal de Barbosa, João Dias da Mota.

 

1792/24 Jun. - Os réus eclesiásticos seguem presos para Lisboa.

 

1792/24 Jun. - São enviados presos para a África os seguintes réus civis da Inconfidência Mineira: Inácio José de Alvarenga Peixoto, Luis Vaz de Toledo Piza, José Álvares Maciel, Francisco Antônio de Oliveira Lopes.

 

1805 - Antônio Francisco Lisboa termina as obras das Capelas de Passos e Profetas para a Basílica de Bom Jesus do Matozinhos, em Congonhas.

 

1808 - Começa a funcionar a fábrica de ferro do Morro do Pilar.

 

1812 - Barão de Eschewege começa suas experiências siderúrgicas na Usina Patriótica, em Congonhas

 

1814/18 Nov. - Falece em Vila Rica Antônio Francisco Lisboa. "Aos dezoito de novembro de mil oitocentos e quatorze faleceu Antônio Francisco Lisboa, pardo, solteiro. De setenta e seis anos, com todos os sacramentos, encomendado e sepultado em cova de Boa-Morte, e para clareza fiz passar este assento em que me assino. o coadjutor José Carneiro de Morais.'

 

1816 - As terras entre o rio Grande e o rio Paranaíba (Triângulo Mineiro) são anexadas a Capitania de Minas Gerais.

 

1821 - D. João VI autoriza a entrada e o estabelecimento das ordens religiosas na Capitania das Minas.

 

1823/24 Fev. - Por ordem de D. Pedro I, Ouro Preto é elevada à Imperial cidade de Ouro Preto.

 

1824/Jan. - Entra em circulação o primeiro jornal editado em Minas Gerais, com o nome de Abelha do Itacolomi. O periódico circulava em Ouro Preto três vezes por semana.

 

1826/16 Set. - Decreto autorizando o estabelecimento de companhias estrangeiras na Província de Minas Gerais.

 

1830 - Início das atividades da Companhia St. John d'el Rey Mining Limited.

 

1831/ 22 Fev. - Chega a Ouro Preto D.Pedro I acompanhado de sua esposa D.Amélia de Leuchtenberg.

 

1832/24 Out. - Um decreto da Assembléia Geral Legislativa manda que se restitua, a quem pertençam, os bens dos inconfidentes que ainda estejam incorporados ao tesouro nacional.

 

1835/Jan. - Instala-se em Ouro Preto a 1ª Assembléia Legislativa de Minas Gerais.

 

1842 - A Província de Minas Gerais é agitada pela Revolução Liberal.

 

1853/9 Fev. - Falece em Ouro Preto, aos 86 anos, Maria Dorotéia Joaquina de Seixas, a Marília de Dirceu.

 

1873 - A população escrava de Minas Gerais é 381.893 negros.

 

1875/6 Nov. - Cria-se, pelo Decreto Imperial nº 6.026, a Escola de Minas de Ouro Preto.

 

1876/12 Out. - É inaugurada, em Ouro Preto, pelo engenheiro francês Henri Gorceix, a Escola de Minas.

 

1881/Mar. - Chega a Ouro Preto o Imperador D. Pedro II.

 

1888/Nov. - Acontece em Ouro Preto o primeiro Congresso do Partido Republicano Mineiro. Instalado o primeiro alto forno em Minas para a redução do ferro na Usina Esperança em Itabirito.

 

1889/23 Jul. - É inaugurado oficialmente o tráfego ferroviário em Ouro Preto. D.Pedro II, a Princesa Isabel e o Príncipe Pedro Augusto chegaram no primeiro trem.

 

1889/15 Nov - É proclamada a República no Brasil.

 

1889/Nov. - Por decreto do Governo Provisório, é nomeado governador de Minas Gerais o Sr. José Cesário Alvim.

 

1890 - O censo registra uma população de 3.184.099 habitantes no Estado de Minas Gerais.

 

1891/15 Jun. - Em sessão solene, em Ouro Preto, é promulgada a Constituição Política do Estado de Minas Gerais.

 

1892 - Fundação da Escola de Direito em Ouro Preto.

 

1893/17 Dez. - É assinado o decreto deliberando a transferência da capital de Ouro Preto para Belo Horizonte.

 

1897/12 Dez. - Com o nome de "Cidade de Minas", é inaugurada a nova capital. Em 1901,o nome foi mudado novamente para Belo Horizonte.

 

1902/12 Set. - Nasce, em Diamantina, Juscelino Kubitschek.

 

1903 - Realizado o primeiro Congresso Agrícola, Industrial e Comercial de Minas Gerais.

 

1904 - Chegam a Minas Gerais, importadas da Índia, as primeiras cabeças de gado Zebu.

 

1906 - Afonso Augusto Moreira Pena assume o cargo de Presidente da República.

 

1910 - No XI Congresso Geológico Internacional ,em Estocolmo, é revelado o alto teor de ferro do minério das jazidas mineiras. Wenceslau Brás Pereira Gomes é eleito Vice-Presidente na chapa do Marechal Hermes.

 

1914 - Wenceslau Bráz assume a Presidência da República.

 

1918 - Delfim Moreira da Costa Ribeiro assume a Presidência da República devido à morte de Rodrigues Alves.

 

1921 - Criação da Companhia Siderúrgica Belgo Mineira.

 

1922 - Artur da Silva Bernardes toma posse como Presidente da República.


         - Criação da Escola Superior de Agricultura e Veterinária, em Viçosa.

 

1924 - O Decreto 4081 previa a concessão de empréstimos pela União exclusivamente às empresas nacionais organizadas com o objetivo de instalar usinas.

 

1926 - Fernando de Melo Viana assume o cargo de Vice-Presidente do Brasil.

 

1927 -Pela lei nº 956, o Presidente de Estado, Antônio Carlos Ribeiro de Andrada Filho, funda a Universidade de Minas Gerais.

 

1933/12 Jul. - Ouro Preto é declarada Cidade Monumento Nacional. Benedito Valadares Ribeiro é nomeado por Getúlio Vargas interventor para o Estado de Minas Gerais. Ocupou o cargo até 1945.

 

1936 - Rodrigo de Melo Franco de Andrade recebe o convite para ser diretor do recém-criado Serviço do Patrimônio Histórico Artístico Nacional. Ocupou a função por 31 anos.

 

1938/2 Dez. - Pelo Decreto-Lei nº144, foi criado o Museu da Inconfidência em Ouro Preto.

 

1941/20 Mar. - É criada a Cidade Industrial no município de Contagem.

 

1942 - Decreto-lei nº 4.352, de 1º de junho, lança as bases para a organização da Companhia Vale do Rio Doce.

 

1944 - Criação da Escola Municipal de Belas Artes (atual Escola Guignard) por Alberto da Veiga Guignard.

 

1945 - Carlos Drummond de Andrade publica o livro "Rosa do Povo".

 

1946 - Guimarães Rosa publica o livro "Sagarana".

 

1949 - A Universidade de Minas Gerais passa a ser vinculada ao governo federal pela lei nº 971, transformando-se na atual Universidade Federal de Minas Gerais.

 

1951 - O Governador Juscelino Kubitschek assume o governo de Minas, tendo como meta de governo o binômio "Energia e Transporte".

 

1952 - Inauguração das Centrais Elétricas de Minas Gerais - CEMIG. Inauguração da Manesmann na Cidade Industrial.

 

1955/Abr. - Acontece o Primeiro Festival de Arte de Ouro Preto.

 

1956 - Juscelino Kubitschek assume a Presidência do Brasil.


1957 - As Centrais Elétricas de Furnas são criadas pelo Presidente Juscelino Kubitschek, com o objetivo de evitar um colapso energético da região centro-sul do Brasil.

 

1959 - Início da construção da Acesita, no município de Timóteo.

 

1961 - Inauguração da Usina de Três Marias, no rio São Francisco. Tancredo de Almeida Neves assume a função de Primeiro Ministro no governo do Presidente João Goulart.

 

1963 - O governador José de Magalhães Pinto participa da articulação do movimento político-militar que culminou no golpe militar de 1964.

 

1967/16 Nov. - João Guimarães Rosa é eleito para a Academia Brasileira de Letras.

 

1972 - Criação do Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais - IEPHA.

 

1976 - Início da construção da Aço Minas, em Ouro Branco.

 

1979 - Antônio Aureliano Chaves de Mendonça toma posse como Vice-Presidente no governo do Presidente General João Batista de Figueiredo.

 

1980 - Ouro Preto é a primeira cidade brasileira a ganhar o título de Patrimônio Cultural da Humanidade.

 

1980 - Visita do Papa João Paulo II a Belo Horizonte.

 

1984/15 Jan. - Tancredo de Almeida Neves é eleito presidente do Brasil pelo Colégio Eleitoral.

 

21 Abr. - Falece em São Paulo o Presidente Tancredo de Almeida Neves.

 

1989 - Itamar Franco é eleito Vice-Presidente do Brasil.

 

1991 - Belo Horizonte é apontada pelo Population Crisis Commitee como a melhor metrópole brasileira do ponto de vista do bem-estar populacional.

 

1992 - Acontece em Belo Horizonte o Encontro Internacional de Imprensa Meio-Ambiente e Desenvolvimento - Green Press.

 

1992 - Devido à renúncia do Presidente Fernando Collor de Melo, Itamar Franco assume a Presidência da República.

 

1997 - Belo Horizonte sedia o Terceiro Encontro das Américas - ALCA.

 

2000 - Criação da Secretaria de Estado do Turismo.

 

2001 - A população de Minas Gerais chega a 17.891.494 habitantes.


2004 - A Estrada Real, uma dos caminhos históricos mais importantes do Brasil, transforma-se em rota turística e é cantada no carnaval carioca pela Escola de Samba Estação Primeira de Mangueira.


2006 - Reunião do Banco Interamericano de Desenvolvimento - BID em Belo Horizonte


2009 - Belo Horizonte é escolhida como uma das cidades sedes da Copa do Mundo de 2014

 
2009 - O Toque dos Sinos em Minas Gerais é registrado como patrimônio imaterial pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional - Iphan nos livros de Forma de Expressão e dos Saberes.


2010/04 Mar - Inaugurada a Cidade Administrativa Presidente Tancredo Neves, no bairro Serra Verde em B. Horizonte

 

2014 - 6 jogos da Copa do Mundo de 2014 foram disputados em Belo Horizonte


2016/17 Jul - O conjunto arquitetônico da Pampulha é declarado Patrimônio Cultural da Humanidade, pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura - Unesco

Enviar link

© Maria Lucia Dornas Diamantina - Cartaz de JK - Maria Lucia Dornas Cartaz de JK
© Maria Lucia Dornas Diamantina - Casa do Muxarabi - Maria Lucia Dornas Casa do Muxarabi
© Henry Yu Belo Horizonte - Barra de ouro - Henry Yu Barra de ouro
© ALE Ouro Preto - Recibo de permuta de ouro em pó - ALE Recibo de permuta de ouro em pó
© Henry Yu Congonhas - Anjo- Aleijadinho - Henry Yu Anjo- Aleijadinho
© Henry Yu Mariana - Det. pintura do forro da sacristia - Ig. S.F.Assis - Henry Yu Det. pintura do forro da sacristia - Ig. S.F.Assis
© Henry Yu Diamantina - Janela Colonial - Henry Yu Janela Colonial
© Henry Yu Santa Bárbara - Detalhe do forro da Matriz de Sto. Antonio - Henry Yu Detalhe do forro da Matriz de Sto. Antonio
© Henry Yu Ouro Preto - Conjunto arquitetônico - Henry Yu Conjunto arquitetônico
© Sérgio Freitas Tiradentes - Altar-mor - Matriz de Santo Antônio - Sérgio Freitas Altar-mor - Matriz de Santo Antônio
© Sérgio Freitas São João del-Rei - Igreja de São Francisco de Assis - Sérgio Freitas Igreja de São Francisco de Assis
© Sérgio Freitas Serro - Capela N.S do Rosário - Sérgio Freitas Capela N.S do Rosário
© Sérgio Freitas Belo Horizonte - Vista parcial (Belvedere) - Sérgio Freitas Vista parcial (Belvedere)
© Sérgio Freitas Ouro Preto - Altar da Matriz do Pilar - Sérgio Freitas Altar da Matriz do Pilar
© Maria Lucia Dornas Tiradentes - Casa Colonial - Maria Lucia Dornas Casa Colonial
© Henry Yu Sabará - Detalhe Arco-cruzeiro Igreja N.S.do Ó - Henry Yu Detalhe Arco-cruzeiro Igreja N.S.do Ó
© Vinícius Horta Betim - Betim - Trilha dos Bandeirantes - Vinícius Horta Betim - Trilha dos Bandeirantes
© Marcelo Andrê Chapada Gaúcha - Parque Nacional Grande Sertão Veredas - Marcelo Andrê Parque Nacional Grande Sertão Veredas
© Marcelo Andrê Tiradentes - Casario de Tiradentes - Marcelo Andrê Casario de Tiradentes
© Marcelo Andrê Tiradentes - Maria Fumaça - Tiradentes - Marcelo Andrê Maria Fumaça - Tiradentes
© Alexandre C. Mota Congonhas - Pôr do sol com profetas de Aleijadinho - Alexandre C. Mota Pôr do sol com profetas de Aleijadinho
© Maria Lucia Dornas Ouro Preto - Det.pint. do nártex - S. F. Assis - Ataíde - Maria Lucia Dornas Det.pint. do nártex - S. F. Assis - Ataíde
© Antônio Celso Moreira Sabará - Igreja Nossa Senhora do Ó - Antônio Celso Moreira Igreja Nossa Senhora do Ó
© Divanildo Marques Brumadinho - Troca-troca - Jarbas Lopes - Divanildo Marques Troca-troca - Jarbas Lopes
© Diego Gazola Serro - Queijo do serro - Diego Gazola Queijo do serro
© Diego Gazola Itabira - Distrito de Senhora do Carmo - Caminho para a Serra dos Alves - Diego Gazola Caminho para a Serra dos Alves
© Diego Gazola Catas Altas - Catas Altas - Capela de Santa Quitéria - Diego Gazola Catas Altas - Capela de Santa Quitéria
© Diego Gazola Santa Bárbara - Mirante da Reserva do Peti - Diego Gazola Mirante da Reserva do Peti
© Diego Gazola Conceição do Mato Dentro - Cachoeira do Tabuleiro - Diego Gazola Cachoeira do Tabuleiro
© Danielli Vargas Belo Horizonte - Museu de Artes e Ofícios - Danielli Vargas Museu de Artes e Ofícios
© Danielli Vargas Mariana - Casa de Câmara e Cadeia - Danielli Vargas Casa de Câmara e Cadeia
© Danielli Vargas Nova Lima - Torre Alta Vila - Danielli Vargas Torre Alta Vila
© Danielli Vargas Belo Horizonte - Praça do Papa - Danielli Vargas Praça do Papa
© Danielli Vargas Belo Horizonte - Belo Horizonte - Danielli Vargas Belo Horizonte
© Danielli Vargas Belo Horizonte - Dedo de prosa - Danielli Vargas Dedo de prosa
© Divanildo Marques Belo Horizonte - Congado - Divanildo Marques Congado